Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Créditos

Blog destinado a partilhar tudo o que se passa no mundo dos créditos. Os melhores créditos, a melhores taxas de juro, noticias e novidades sobre os créditos.

Blog destinado a partilhar tudo o que se passa no mundo dos créditos. Os melhores créditos, a melhores taxas de juro, noticias e novidades sobre os créditos.

Créditos

09
Jan12

Malparado: nunca se viram números tão maus

adm

Salto para 7,6 mil milhões de euros nas empresas e para quase 4,8 mil milhões nas famílias. Bancos apertam na concessão de empréstimos

Os bancos estão a cortar na concessão de crédito - e a praticar os spreads máximos mais altos de sempre nos empréstimos à habitação. Famílias e empresas vêem o acesso ao financiamento dificultado e muitas estão a ser apanhadas pela crise, pelo aumento dos impostos e pelo reforço da austeridade, deixando de cumprir as suas obrigações perante a banca. O malparado já vai em recordes nunca antes vistos.

Do total de quase 140 mil milhões de euros de empréstimos concedidos às famílias portuguesas, quase 4,8 mil milhões dizem respeito a cobrança duvidosa - o chamado crédito malparado. É um salto de 82 milhões de euros em apenas um mês, segundo os dados provisórios do Banco de Portugal relativos a Novembro.

Os empréstimos para compra de casa totalizaram quase 113,3 mil milhões de euros, quando em Outubro chegaram praticamente aos 113,5 mil milhões. A subida do malparado nesta área foi de 2,1 mil milhões para quase 2,15 mil milhões.

Se nos centrarmos apenas no crédito ao consumo - empréstimos contraídos para comprar carros e electrodomésticos, por exemplo - a escalada do malparado é de 1,48 mil milhões de euros para quase 1,49 mil milhões.

Nas empresas, não há números mais animadores. Antes pelo contrário. A escalada do malparado é muito mais expressiva: 500 milhões de euros - de 7,1 para 7,6 mil milhões. 

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/fi

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Politica de privacidade

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D