Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Créditos

Blog destinado a partilhar tudo o que se passa no mundo dos créditos. Os melhores créditos, a melhores taxas de juro, noticias e novidades sobre os créditos.

Blog destinado a partilhar tudo o que se passa no mundo dos créditos. Os melhores créditos, a melhores taxas de juro, noticias e novidades sobre os créditos.

Créditos

23
Jan12

Empresas de crédito barato burlam clientes

adm

São dezenas as queixas contra duas empresas de crédito barato que, alegadamente, se aproveitam do desespero de pessoas endividadas, prometendo emprestar dinheiro a prestações baixas.

 

Segundo o Jornal de Notícias, chegaram à DECO cerca de 44 queixas contra a Luso Poupança e a Extra Consumo, empresas de consultoria e mediação financeira que publicitam os seus serviços através da internet.

A polícia já está a investigar estes casos que, segundo o matutino, operam um esquema semelhante.

As pessoas, sem qualquer possibilidade de conseguirem crédito junto das entidades bancárias ou de outras instituições de confiança, recorrem a estas empresas na esperança de conseguir dinheiro a taxas de juro baixas.

O candidato envia toda a documentação necessária para formalizar o seu pedido e, pouco depois, é contactado pela entidade credora. A promessa é que o dinheiro caia na conta cinco dias depois, mas para isso é necessário adiantar uma verba, para alegadas custas processuais, no valor de 100 euros.

Depois de receber o dinheiro, a empresa nunca mais contacta o candidato e na conta não cai um único tostão.

Filipe Silva contou ao matutino que encontrou a Luso Poupança na internet e contactou a empresa. Esta propôs-lhe pagar 200 euros por mês durante sete anos por um empréstimo de 15 mil euros.

“Achei muito atrativo e ia de encontro aquilo que ei podia despender”, contou Filipe, agora desempregado. Há três meses que tenta, sem sucesso, contactar com a sua alegada “gerente de conta”.

O Banco de Portugal avançou este mês que a taxa de incumprimento aumentou para 42%, o que significa que as empresas e famílias deixaram de pagar aos bancos cerca de 3,7 milhões de euros. A par, chegaram à DECO, durante o mês de dezembro, cerca de 284 pedidos de ajuda para situações de sobreendividamento.

fonte:http://noticias.sapo.pt/


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Politica de privacidade

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D