Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Créditos

Blog destinado a partilhar tudo o que se passa no mundo dos créditos. Os melhores créditos, a melhores taxas de juro, noticias e novidades sobre os créditos.

Blog destinado a partilhar tudo o que se passa no mundo dos créditos. Os melhores créditos, a melhores taxas de juro, noticias e novidades sobre os créditos.

Créditos

27
Ago10

Juros do crédito à habitação sobem pela primeira vez em 19 meses

adm

A subida das Euribor já fazia adivinhar a inversão na tendência de queda nas prestações do crédito à habitação dos portugueses.

 

 

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação atingiu 1,817% em Julho, o que representa o primeiro aumento após 18 meses consecutivos de reduções, anunciou hoje o Instituto Nacional de Estatística.

De acordo com o relatório do INE, a subida verificada na taxa de juro implícita de Julho foi de 0,014 pontos percentuais. As taxas Euribor iniciaram o movimento ascendente em Abril, tendo acentuado as subidas nos meses de Junho e Julho.

Esta tendência, segundo o INE, começou assim a reflectir-se nas prestações do crédito à habitação dos portugueses no mês passado na totalidade dos contratos.

Olhando apenas para os novos contratos, a subida dos indexantes já se fazia sentir há mais tempo. Nos contratos celebrados nos últimos 3 meses, a taxa de juro implícita foi de 2,115%, 0,058 pontos percentuais superior à do mês precedente, com o valor médio da prestação vencida a registar um aumento mensal de 3 euros para 299 euros.

Nos contratos celebrados nos últimos seis meses a subida foi de 0,033 pontos percentuais e nos últimos 12 de 0,032 pontos percentuais.

As taxas de Julho não reflectem ainda na totalidade as subidas recentes das taxas Euribor, pelo que é de esperar que nos próximos meses se mantenha a subida das taxas de juro implícitas.

No mês de Julho, o valor médio do capital em dívida dos contratos de crédito à habitação em vigor era de 56.578 euros, o que representa um acréscimo de 81 euros face ao mês anterior.

fonte:Jornal de negocios

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Politica de privacidade

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D