Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Créditos

Blog destinado a partilhar tudo o que se passa no mundo dos créditos. Os melhores créditos, a melhores taxas de juro, noticias e novidades sobre os créditos.

Blog destinado a partilhar tudo o que se passa no mundo dos créditos. Os melhores créditos, a melhores taxas de juro, noticias e novidades sobre os créditos.

Créditos

13
Dez13

Crise faz disparar procura de microcrédito

adm

Aumento do desemprego reflectiu-se na procura por esta solução, mas agora é também mais difícil abrir um novo negócio.

A crise fez disparar a procura por microcrédito, aumentou as qualificações e baixou a média de idades, afirma o presidente da Associação Nacional de Direito ao Crédito (ANDC).

Luís Meneses explica, em entrevista à Renascença, que o aumento do desemprego reflectiu-se na procura por esta solução, mas agora é também mais difícil abrir um novo negócio.

“Sim, é verdade que aumentou a procura. Em relação ano passado o número de contactos diários aumentou quase 20% do valor acumulado desde o início deste ano, o que mostra que há mais pessoas que estão em dificuldade e pensam que o microcrédito pode ser uma solução para a sua vida. O facto de ter aumentado a procura não quer dizer que haja mais micronegócios apoiados. De facto, isso não aconteceu até agora porque, por um lado, há mais procura mas é mais difícil concretizar um negócio, não só porque numa situação de recessão há menos procura e alguns negócios têm menos possibilidades de ser viáveis, mas também porque há mais pessoas problemas financeiros, que têm incidentes bancários, o que as exclui deste instrumento.”

Numa altura em que se assinalam 15 anos de microcrédito em Portugal, o presidente da Associação ANDC garante o sucesso da iniciativa, com taxas acima das registadas pelas pequenas e médias empresas (PME).

“É bom ter em atenção que nenhum negócio tem sucesso garantido. O empreendedorismo e a criação de um novo negócio envolvem sempre uma componente de risco, mas nós procuramos que esse risco seja reduzido ao mínimo, preparando bem o projecto, analisado se é ou não viável, se a pessoa tem condições para o levar por diante e depois apoiando também na fase inicial, até ao reembolso total do empréstimo.”

Luís Meneses avança que só ANDC é responsável por quase dois mil microempresários no país, o que faz com que o balanço da iniciativa seja claramente positivo.

No sábado será apresentado o programa do primeiro Dia Nacional do Microempresário.

fonte:http://rr.sapo.pt/i


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Politica de privacidade

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D