Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Créditos

Blog destinado a partilhar tudo o que se passa no mundo dos créditos. Os melhores créditos, a melhores taxas de juro, noticias e novidades sobre os créditos.

Blog destinado a partilhar tudo o que se passa no mundo dos créditos. Os melhores créditos, a melhores taxas de juro, noticias e novidades sobre os créditos.

Créditos

01
Nov10

Veja quanto pode poupar se juntar os seus créditos

adm

As poupanças de juntar os créditos num único empréstimo podem chegar aos 60%.

Cenário 1
Pedimos à Exchange, empresa especialista na concessão de crédito consolidado para nos fazer três simulações tendo em conta três cenários diferentes, de modo a tentar perceber qual o grau de poupança atingido no final do mês. Num cenário com crédito habitação de 150 mil euros, a pagar a 360 meses, crédito automóvel de 20 mil euros, a pagar a 48 meses e cartão de crédito, com dívida de 250 euros, a prestação era de 805 euros.

Com crédito consolidado a prestação diminui 38%, passando a ser de 498 euros, com uma consolidação de 170.250 euros, a pagar em 38 anos.

Cenário 2
O ponto de partida das simulações foi um agregado familiar composto por um casal de 33 e 37 anos, com um filho e um rendimento mensal de dois mil euros. No segundo cenário apresentado o casal tinha um crédito habitação de 150 mil euros, um crédito automóvel de 20 mil euros, a que se juntava um crédito pessoal de dez mil euros e uma dívida de 250 euros de cartão de crédito. A prestação final era de 1.094 euros.

Recorrendo ao crédito consolidado, o casal passaria a pagar 527 euros, uma consolidação de 180.250 euros, a pagar em 38 anos.

Cenário 3
As simulações consideram sempre a consolidação com hipoteca do imóvel. Importante referir que sem consolidação, o crédito habitação tem um TAE de 1,983%, o crédito automóvel um TAEG de 5,027%. Já o cartão de crédito tinha um TAEG de 24,10% e o credito pessoal 18,529%. Na última simulação incluiu-se um crédito para férias no valor de três mil euros com TAEG de 19,428%, que elevou a prestação para os 1.344 euros.

Neste último caso a redução chega aos 60%, passando o casal a pagar 536 euros, durante 38 anos. A consolidação é de 183.250 euros.

fonte:economico

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Politica de privacidade

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D